Cebola é fonte de renda para agricultores familiares em SC

Cebola é fonte de renda para agricultores familiares em SC

Segunda matéria sobre a produção de cebola no Brasil nos leva a Santa Catarina, Estado que representa 30% da produção nacional

No Brasil, 70% da produção de cebola é oriunda da agricultura familiar. Uma amostra significativa dessa porcentagem está no Estado de Santa Catarina, aonde o cultivo da hortaliça é a principal atividade econômica das propriedades familiares rurais. No Estado, a produção está ligada às questões culturais do Alto Vale do Itajaí, que vem desde a colonização do litoral catarinense, por imigrantes açorianos e alemães. Atualmente, o desempenho financeiro da produção é o principal fator motivacional para o cultivo.

As principais variedades cultivadas em Santa Catarina são: Bola Precoce, Superprecoce, Crioula, Valessul, Poranga, e outras similares. Todas são de polinização aberta. O cultivo de variedades híbridas é mínimo, menos de 15% da área cultivada. No caso da Bola Precoce, que é a principal cultivar plantada (cerca de 60% da área), o maior desafio é melhorar a forma de conservação dos bulbos para que possam ser armazenados além de três meses, visando atender o mercado brasileiro de abril a junho.

O engenheiro agrônomo, Daniel Schmitt, conta que uma das características na produção é o armazenamento do produto por longos períodos (até seis meses) em galpões, escalonando as vendas, com o objetivo de obter um preço médio superior.

 “Outra peculiaridade da produção catarinense é o fato de ocorrer, em grande parte, em pequenas propriedades rurais, com predomínio da agricultura familiar”, afirma Schmitt.

Os principais municípios produtores no Estado são: Ituporanga, Alfredo Wagner, Imbuia, Aurora e Lebon Régis.

Produção no Brasil

O Brasil registra hoje 58 mil hectares totais de área plantada de cebola. A produção nacional bate a casa de 1,7 milhões de toneladas por hectare, cultivo este, que envolve 180 mil agricultores familiares e gera mais de 350 mil empregos diretos e indiretos em todo Brasil. A produção nacional é responsável por abastecer 85% do mercado consumidor interno.

Saúde
A cebola é um dos vegetais mais consumidos do mundo. Além de sabor aos alimentos, a hortaliça faz bem à saúde, pois é rica em potássio, cálcio e vitamina C.